Inbound Marketing, a melhor opção em tempos de crise

Imagem-SITE4

Você sabe o que é Inbound Marketing? O termo pode ser até estranho, mas é a palavra mais falada nos últimos dias. Quase todas as empresas querem permanecer no mercado e fixar na mente de seus consumidores de uma forma única e persistente. Mas sempre levando em conta suas necessidades e desejos, e com a situação econômica que estamos vivendo hoje, cada vez mais a verba é menor para investir em publicidade, mas o Inbound Marketing é uma ótima opção para passar por essa turbulência.

O Inbound Marketing nada mais é do que utilizar ferramentas para conquistar os clientes sem ser invasivo ou exagerado. É um direcionamento calculado das ações que o seu consumidor toma, aprendendo, reconhecendo e considerando todo o pacote que está associado àquele produto.

Para exemplificar, cito alguns programas que ajudam a atingir esses direcionamentos, como o uso de redes sociais (posts autênticos e de qualidade), conteúdo em blogs (a regra é usar sempre conteúdo próprio, nada de copiar e colar), landing pages (páginas de conversão em que você acessa e é direcionado para outro lugar ou até mesmo é oferecido algum tipo de serviço como o e-books) ou até mesmo ferramentas de monitoramento, como o Buffer app, evernote, Topsy, Hootsuite e outros. Todos eles oferecem opções para ajudar no monitoramento dos concorrentes e das próprias mídias sociais do seu cliente (caso você for um(a) social media de alguma empresa). O Buffer mesmo é um aplicativo de gerenciamento de redes sociais. Nele você agenda publicações para Facebook, LinkedIn e Twitter de forma simples e eficiente, e é uma ótima opção pra quem prefere administrar tudo em um lugar só.

Antes de você ler esse texto e sair correndo para pesquisar as ferramentas e como trabalhar com o inbound, tenha primeiramente em mente que antes de tudo você precisa conhecer o seu cliente. O Inbound Marketing só funciona se as bases são bem definidas e você sabe até onde pode ir para convencer o seu consumidor. As ferramentas são apenas uma opção quando falamos deste vasto conceito de conversão e atração. Porque não adianta nada você saber atrair, mas não fazer a mínima ideia de como fazer para vender. O Inbound Marketing, veio para ficar e fazer as empresas aprenderem que não é por meio apelativo que se conquista ou efetua uma venda. Quanto mais o consumidor for seletivo e tiver poder de análise, além de opinar e influenciar outras pessoas indicando algum produto ou não, mais estratégias as empresas são obrigadas a criar para saber lidar com esse tipo de público.

0 GOSTEI
0 NÃO GOSTEI

(Publicitária)

Publicitária, mineira e gourmetizada. Curiosa ao extremo e que ama aprender novas coisas. Pós-graduada em Marketing Estratégico, consumidora de livros, tecnologia e música. ;)

Comente pelo Facebook