McDonald's ou Burger King? Aliás, gostosuras ou travessuras?

BKing2

A origem do Halloween – conhecido por aqui como Dia das Bruxas – remete a uma celebração popular de culto aos mortos, já que refere-se à noite sagrada de 31 de outubro, véspera da festa cristã ocidental do Dia de Todos os Santos e antevéspera do Dia de Finados.

Mas dos vários países de língua anglo-saxônica que festejam a data, os Estados Unidos provavelmente representam a nação onde o Halloween é mais comemorado, e sua cultura desde sempre difundiu esse costume pelo mundo através de filmes e séries. E por mais que no Brasil ainda não tenhamos chegado ao ponto de sair às ruas fantasiados pedindo doces, de uns tempos pra cá as marcas têm se atentado em lembrar do Dia das Bruxas, principalmente pelo apelo da data entre os jovens.

Sendo assim, as redes de fast-food McDonald’s e Burger King – genuinamente estadunidenses, diga-se de passagem – não poderiam deixar o Halloween passar em branco e prepararam duas criativas ações.

É hora de matar sua fome!
No Brasil, o McDonald’s transformou o drive-thru de sua loja conceito de São Paulo em um túnel fantasma com projeções assustadoras, além de fantasiar seus funcionários e criar um combo especial para a ocasião, a McOferta Monstro.

Venha de palhaço, coma como um rei!
Já o Burger King prometeu dar um sanduíche Whooper aos clientes que fossem ao BK caracterizados de palhaço, em uma clara referência ao eterno garoto-propaganda da concorrente, o Ronald McDonald.

Em tempo, já virou tradição o Burger King alfinetar seu concorrente nas campanhas.
No Halloween do ano passado, uma loja do BK em Nova York decidiu “se fantasiar” de McDonald’s, num disfarce que considerou bem mais assustador do que qualquer outro.

1 GOSTEI
0 NÃO GOSTEI

Publicitário apaixonado por Comunicação e que ainda sonha em transformar o mundo através da Educação.

Comente pelo Facebook