Aprenda da onde nasce as ideias e como ser mais criativo

22

Você já se perguntou de onde vem uma ideia? Como ela surge em nossa cabeça em um momento que parece mágica?

Nós Publicitários que vivemos de ideias e estamos sempre procurando aquelas grandes, acho que poucas vezes nos perguntamos isso.

Mas será que tem receita para aquela mega ideia?

Receita pronta ninguém tem, mas segundo James W. Young existem técnicas e atividades que podemos acrescentar e usar em nosso dia a dia para que as ideias possam fluir com mais facilidade em nossa cabeça. E essas técnicas você encontra no livro ” Técnica para produção de Ideias”

Vamos conhecer um pouco mais sobre o mundo das ideias?

Uma das primeiras técnicas é colecionar Vivências e diferentes experiências que isso ajuda muito, já que a soma de conhecimentos obtidos, que podemos chamar de velhos elementos na nossa bagagem quando combinados com elementos novos podem e vão resultar em ideias novas. E neste ponto também entra a nossa capacidade de fazer relações e a criatividade ao ligar conhecimentos das diferentes áreas ou então conhecimentos que em sua origem não teriam a mínima relação.

Steven Johnson diz que uma boa ideia só é passível de virar realidade se tiver havido uma evolução anterior que permita à tal ideia ser realmente aplicável. Para que a ideia nassa segundo ele, tem que haver uma ambiente propício à isso. Não adianta nada termos a ideia que não pode ser posta em prática por motivos sejam técnicos ou de outra instância. Por exemplo quando Gutenberg inventou a prensa de tipo móveis tinha um ambiente propício a isso, estava no auge a Reforma Protestante, livros e documentos eram copiados a mão demorava-se dias para que ficassem prontos, somente a elite tinha acesso pelo alto custo e esse fatos que formaram a evolução no ambiente para que Johannes Gutenberg tivesse a brilhante ideia de criar a prensa de tipo móveis e ajudar em todo esse processo.

Claro que não podemos esquecer que a leitura, os diferentes métodos de se aprender vão ajudar em muito a agregar conhecimentos a nossa bagagem assim como as vivências.

Digamos então que esse é um dos primeiros “ingredientes” na nossa receita de ideias, que é a coleta de dados e informações sobre o que acontece a nossa volta, temos que recolher material para poder “fabricar” a ideia que queremos e olhar a nossa volta para o ambiente que estamos.

Depois disso segundo Young temos que conhecer bem essas informações coletadas, saber do que se trata, e tentar fazer a relação, observar sob diferentes ângulos e luzes para que tudo se junte de forma perfeita na nossa cabeça como se fosse um quebra- cabeça. E ai começa a surgir as primeiras ideias sobre o assunto, essas pequenas ideias podem ser os contornos da ideia que está por vir, esse é o nosso bom e velho Brainstorming.

Mas neste processo temos alguns obstáculos, quando parece que você não terá nem uma ideia realmente brilhante, nada novo vai batendo um desespero não?

Pois é, quando se chega a este ponto temos que deixar de lado e não pensar de forma consciente no problema. Anteriormente tentamos encaixar de todas as maneiras as possíveis ideias, mas não saiu nada então temos que deixar a mente descansar. E esta é a nossa terceira fase neste processo tão complexo. Tentar pensar em outras coisas, sair e fazer coisas diferentes e criativas para estimular o processo.

E quando se para de pensar é que acontece a mágica, a Ideia aparece de algum lugar, do nada, como mágica, quando você menos espera. A ideia que você tanto queria que passou horas tentando “fabricar” chega!

O Nosso momento EURECA!! “Era isso que eu precisava” aquele momento que todo o conhecimento se encaixa e todo esforço dá um resultado brilhante!

Então essa é a nossa “fórmula secreta” de fabricar ideias. Mas depois de tudo isso ainda não é o fim, porque depois da grande ideia temos que avalia-la de forma consciente para ver se é viável e prática o que nem sempre acontece e o processo recomeça.

Mas se por acaso der tudo certo, o mundo terá mais uma ideia brilhante saindo do papel!

Um VIVA as IDEIAS e que venham MAIS muito MAIS!

Então identificou isso tudo? Mas e Você tem sua fórmula?